Parques Nacionais, destinos a serem explorados mas que brasileiros desconhecem

O Brasil possui setenta e um parques nacionais, administrados pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), uma autarquia vinculada ao Ministério do Meio Ambiente, criada em 2007.

por Patrícia de Campos*


Grande parte está aberto à visitação do público como o da Canastra (MG), Chapada dos Guimarães (MT), Petar (SP), Lençóis Maranhenses (MA), entre outros. Em sua maioria a infraestrutura desses parques é precária, mas as belezas naturais superam esse quesito, mesmo assim os brasileiros pouco procuram esses destinos.

Segundo pesquisa da ONG Semeia, que entrevistou 1.198 pessoas em diversas capitais, 66% nunca foram ou foram apenas uma vez a algum Parque Nacional, incluindo aí o destino Cataratas do Iguaçu.

O lazer junto à natureza é sem dúvida uma questão cultural, pois quando comparamos a diversidade das belezas naturais existentes em nosso país e a quase inexistência de visitação e comparamos aos Estados Unidos, com cinquenta e nove parques nacionais e uma visitação intensa, inclusive dos próprios americanos, descobrimos que precisamos criar meios de reverter esse quadro.

Serra da Canastra, em Minas Gerais; tão perto e tão desconhecida (Crédito: Patrícia de Campos)

Quando um equipamento turístico tem grande movimentação, garante a fiscalização do mesmo e a implementação de infraestrutura adequada.

Temos que criar uma nova teia de informações para poder formar o desejo de descobrir, viver e ter experiências em nossos parques nacionais

Não há muita coerência quando vemos brasileiros replicarem no facebook postagens de repúdio contra o desmatamento ou mesmo no que  diz respeito as áreas de proteção indígenas, se 99% dos autores e daqueles que deram seus “likes”, nunca tiveram sequer uma experiência ou vivência em um dos incríveis destinos naturais que o Brasil oferece, e preferem passar suas férias em destinos como Disney ou outros de preservação ambiental internacional, como o Caribe.

Sem dúvida, temos que criar uma nova teia de informações para poder formar o desejo de descobrir, viver e ter experiências em nossos parques nacionais, que só poderá se formar com a consciência de que temos tesouros pouco explorados e que são, talvez a única ferramenta, para uma preservação ambiental real e geradores de recursos.


PATRÍCIA DE CAMPOS – TURISMO DE NATUREZA

*Patricia é formada em Comunicação Social (Rádio e TV) pela FAAP, com pós graduação em Marketing pela ESPM. Neta do imortal escritor parnasiano Humberto de Campos, Patrícia é diretora da Gentileza R.P., empresa de representação de hotéis e destinos diferenciados do Brasil.

CADASTRE-SE GRATUITAMENTE

TENHA ACESSO À CONTEÚDOS EXCLUSIVOS

+ 300 MATÉRIAS COM CONTEÚDO DIRECIONADO

RECEBA AS ATUALIZAÇÕES EM 1ª MÃO

Tenha acesso ILIMITADO ao conteúdo EXCLUSIVO de turismo.

Conteúdo exclusivo

Recentes

Mais do DT