CEO da Eventbrite é uma das principais mulheres do Vale do Silício

CEO e co-fundadora da Eventbrite e uma das principais mulheres tech do Vale do Silício, nos Estados Unidos, revela sua trajetória em entrevista e fala sobre as dificuldades que encontrou sua carreira.

Redação do DIÁRIO

Julia Hartz começou a carreira trabalhando para a MTV, dos Estados Unidos, mas acabou entrando no mundo do empreendedorismo e da tecnologia. Atualmente é CEO e co-fundadora da Eventbrite e considerada uma das principais executivas de tecnologia no Vale do Silício. Hartz fala sobre sua trajetória e as dificuldades que encontrou na carreira.

DIÁRIO: O que fez você escolher esta indústria?

Julia Hartz: Eu comecei minha carreira em Hollywood, onde o sucesso é ditado por quem você conhece, não pelo que você sabe. Fiquei frustrada com o fato de que as carreiras poderiam ser construídas e quebradas apenas por relacionamentos. Quando eu tinha 25 anos, eu cofundei a Eventbrite com exatamente cinco anos de experiência profissional. Eu realmente não tinha ideia de onde estava me metendo, eu sai da zona de conforto de uma carreira corporativa confortável para o desafio de empreender. Eu senti uma forte atração pela velocidade da indústria de tecnologia, e por sua filosofia de meritocracia, ou seja, ser reconhecida e recompensada pelos resultados que você produz, em vez de quem você conhece.

DIÁRIO: Mas por que a indústria de venda de ingressos e inscrições?

Julia Hartz: Por duas razões: primeiro, era uma indústria desprovida de inovação e propícia a interrupções. A experiência do cliente era ruim, haviam problemas que poderiam ser facilmente resolvidos usando a tecnologia. Em segundo lugar, acendeu uma paixão em mim – para criar uma plataforma que pudesse reunir o mundo por meio de experiências ao vivo.

DIÁRIO: O que faz a Eventbrite diferente de seus concorrentes?

Julia Hartz: A Eventbrite é a plataforma de tecnologia para eventos líder mundial. Mais de 2 milhões de eventos são criados na plataforma em todo o mundo todos os anos, e essa escala garante que estamos constantemente inovando e criando melhores produtos para nossos clientes e seus participantes. Temos uma equipe de mais de 500 funcionários espalhados pelo mundo, incluindo um grande time de engenheiros dedicado à estabilidade, resultando em uma plataforma segura que gerencia facilmente altos níveis de tráfego, com uptime de 99,9%.

Enquanto inovação constante e confiabilidade são criticamente importantes para uma empresa de tecnologia, a diversidade é algo que é essencial para o sucesso a longo prazo. Quase metade dos nossos funcionários em todo o mundo são mulheres. Estou realmente orgulhosa de liderar uma empresa de tecnologia que defende a diversidade de gênero.

DIÁRIO: Você age de forma “menos feminina” para ser ouvida/respeitada nesta indústria?

Julia Hartz: Absolutamente não. Por exemplo, a empatia é um ótimo exemplo de uma poderosa qualidade de liderança. Embora tradicionalmente vista como um traço feminino – até mesmo uma fraqueza – agora a empatia é vista como uma força crítica do negócio, e uma exigência de sucesso para grandes líderes. Claro, existem algumas grandes mentes lá fora, grandes pensadores que são conhecidos pelo que fazem, mas sem empatia, eles não são grandes líderes.

Então, parece apropriado considerar empatia, uma qualidade “feminina” que se tornou um pré-requisito para o sucesso, mesmo no que alguns podem chamar mundo “masculino”. Na verdade, eu chamo empatia minha superpotência, e eu digo isso com sinceridade e orgulho. Mas foi só depois de aprender a aplicar a disciplina à minha empatia que ela se tornou uma força.

CADASTRE-SE GRATUITAMENTE

TENHA ACESSO À CONTEÚDOS EXCLUSIVOS

+ 300 MATÉRIAS COM CONTEÚDO DIRECIONADO

RECEBA AS ATUALIZAÇÕES EM 1ª MÃO

Tenha acesso ILIMITADO ao conteúdo EXCLUSIVO de turismo.

Conteúdo exclusivo

Recentes

Mais do DT

Atendimento Comercial