Tecnologia, eventos, lives e pandemia

Uma das atividades que a tecnologia permitiu foi que num momento de confinamento, home office para muitos, pudéssemos dar prosseguimento ao nosso trabalho através de inúmeras ações digitais.

POR BAYARD BOITEUX*


Temos notado que os eventos presenciais e híbridos foram substituídos por atividades on line, desde treinamentos, lives sobre assuntos pontuais ou esclarecimentos e hoje já começam eventos totalmente digitais como forma de movimentar o segmento. O segmento

de  eventos e seus atores estão sendo prejudicados pelo cancelamento e adiamento mas a solução tem começado a surgir com criatividade e muitas vezes muito voluntariado.

O próprio mercado de livros vive quase que exclusivamente da venda de publicações digitais mas mesmo assim autores continuam produzindo e não devem parar. Cantores e músicos nos alegram com suas apresentações e cenas cotidianas que passavam desapercebidas agora nos emociona. Repartições públicas conseguem dar prosseguimento ao seu trabalho como por exemplo, a Justiça do Trabalho e o Tribunal de Contas do Município do Rio de Janeiro, fora as escolas e faculdades e exemplos solidários como a Escola de Turismo Cieth.

Se no campo empresarial e do entretenimento importantes estratégias são traçadas, temos também o privilégio de conhecer as inúmeras atividades de solidariedade nas regiões mais desfavorecidas e buscar formas de compartilhá-las em redes sociais e ajudar da forma que podemos. Fora a troca de experiências entre médicos mundo a fora e ministros da saúde para conhecer os avanços e as soluções emergenciais que vão sendo encontradas.

É o momento também que a tecnologia precisa chegar mais rápido de todos com redes de Wi-Fi free e manutenção de avisos periódicos nos telefones das precauções que devem ser tomadas. Embora não seja especialista em tecnologia, quero deixar claro sua relevância no momento em que a informação é vital para nossa sobrevivência.


*Bayard Do Coutto Boiteux é professor, pesquisador, escritor, cidadão do mundo e faz parte do Instituto Preservale e da Associação dos Embaixadores de Turismo do RJ.

1 COMENTÁRIO

Comentários estão fechados.

CADASTRE-SE GRATUITAMENTE

TENHA ACESSO À CONTEÚDOS EXCLUSIVOS

+ 300 MATÉRIAS COM CONTEÚDO DIRECIONADO

RECEBA AS ATUALIZAÇÕES EM 1ª MÃO

Tenha acesso ILIMITADO ao conteúdo EXCLUSIVO de turismo.

Conteúdo exclusivo

Recentes

Mais do DT

Atendimento Comercial